Solenidade na Assembleia comemora 50 anos da Diaconia

Crédito da Foto: Eduardo Maia
A Assembleia Legislativa homenageou, na tarde desta quarta-feira, em Sessão Solene proposta pelo deputado Jacó Jácome (PSD), os 50 anos da Diaconia, organização cristã, sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover a justiça e o desenvolvimento social. A instituição é composta por 11 igrejas protestantes, atua em mais de 30 municípios do Nordeste, beneficiando direta e indiretamente 40 mil pessoas, e trabalha em prol da efetivação de políticas públicas de promoção e defesa de direitos, transformando a sociedade.

“Reconhecemos com alegria os 50 anos de atividades de combate à desnutrição, auxílio à criança, atividades educativas e de infraestrutura para as comunidades do Nordeste. Na busca pela transformação social, a Diaconia preconiza políticas públicas, empoderamento, inclusão, autonomia e desenvolvimento sustentável”, enfatizou o deputado Jacó Jácome.

Além disso, o parlamentar destacou o trabalho da instituição para a construção de uma rede de solidariedade e paz social, bem como pela justiça de gênero, buscando superar a violência contra a mulher e promover a equidade de direitos.

Dalcido Gaulk, bispo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil e membro do Conselho Diretor da Diaconia, ressaltou a atuação da organização, tanto em termos de ações sociais, quanto de área geográfica. “Nós estamos presentes em quatro territórios. No RN, mais especificamente no Oeste potiguar; em Pernambuco, na região do Pajeú e em Recife; e, no Ceará, em Fortaleza. Apoiamos crianças, adolescentes, jovens, mulheres, em busca de justiça social”.

Revelando sua imensa satisfação e gratidão com a sessão promovida pela Assembleia, o bispo complementou. “Só posso dizer que uma homenagem como essa nos emociona e é combustível para seguirmos em frente. E quando eu falo de emoção, não há nada melhor do que ouvir um agricultor dizer que quando descobriu a Diaconia sua vida mudou. E que foi por causa da nossa ajuda que ele continuou no campo e não foi parar na periferia de uma grande cidade’”.

Para o pastor da igreja Luterana do Brasil e membro do Conselho Diretor da Diaconia, Airton Schroeder, a instituição não é simplesmente uma ONG, é um jeito de viver. Ela propõe simplicidade.
“40.000 pessoas. Muitos municípios do RN possuem uma população maior. O orçamento da Diaconia é infinitamente menor do que muitas dessas cidades, mas o seu alcance é muito maior”, afirmou o pastor Airton Schroeder, destacando o impacto positivo da instituição no interior do Nordeste. “Não é preciso dinheiro para melhorar o sertão; é preciso proposta, atuação e vontade”, concluiu.

A sessão contou, ainda, com a presença do deputado Hermano Morais (PMDB), que parabenizou a Diaconia pela dedicação e competência com que luta pela defesa de direitos, contribuindo para uma sociedade mais igualitária.

Homenageados:
Airton Scheunemann Schroeder
Dalcido Gaulke
Joana D’Arc Meireles
Maria Leci Queiroz
Maria Orlenir Chaves dos Santos
Rinaldo Cezar Mendonça de Oliveira
Risoneide Lima Bezerra
Roseane Chagas C. Lima de Freitas
Waneska Milena Ferreira do Bonfim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *