Frente Parlamentar debate direitos das mulheres com alunos da rede estadual

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres, em parceria com o Núcleo de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUDEM) e Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres do RN, realizaram, na manhã desta quarta-feira (02), na Escola Estadual Myriam Coeli, no Conjunto Nova Natal, zona norte de Natal, palestra com temas referentes aos direitos e a violência contra a mulher.

A iniciativa faz parte do “Agosto Lilás” mês dedicado a debates e ações em prol dos direitos e proteção à mulher.

“Durante esse mês de agosto teremos uma programação extensa voltada à mulher e hoje estamos aqui na Escola para transmitir para estes jovens informações sobre os direitos das mulheres para que eles possam apreender desde cedo que existe uma Lei que protege a mulher. É através da informação, que é a arma mais importante para combater a violência, que poderemos mudar o quadro negativo, principalmente nas zonas mais vulneráveis”, afirmou a vereadora Eudiane Macedo (SD), coordenadora da Frente.

De acordo com a vereadora, é preciso realizar sistematicamente esse tipo de ação nas escolas para que alunos conheçam desde cedo o conteúdo da Lei Maria da Penha, além da cultura do machismo.

Dentre os temas abordados na palestra, ministrada pela defensora pública Ana Lúcia Raymundo, estão a desconstrução da cultura do machismo, Lei Maria da Penha e tipos de violência contra a mulher. “A educação é libertadora. Essa palestra é importantíssima porque essas crianças e adolescentes terão a oportunidade de saber diferenciar o que é o feminismo, o que é o machismo, desconstruir a objetificação da mulher, tratar a mulher com mais respeito, além de se inserir na comunidade de forma diferente”, explicou Ana Lúcia.

Segundo Flávio Júnior, vice-diretor da Escola Myriam Coeli, a abordagem do tema é bastante relevante para que os alunos conheçam e reflitam sobre a questão da violência contra a mulher. “Um tema como esse serve como alerta e reflexão sobre qualquer forma de violência, assim como, sobre o feminicídio e as consequências que isso pode trazer para a sociedade. Nossa Escola se encontra em uma área de vulnerabilidade, onde os alunos convivem com diversos tipos de violência no dia a dia, por isso a palestra vem para nos ajudar a formar uma nova mentalidade e um novo olhar sobre a violência”, concluiu Flávio.

A Programação do “Agosto Lilás” segue na Câmara Municipal. No dia 29, na Escola do Legislativo, acontecerá aula de defesa pessoal para servidoras municipais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *