Secretária Cláudia Santa Rosa participa de Aula Inaugural do Curso de Pedagogia da UFERSA em Angicos

Secretária Cláudia Santa Rosa participa de Aula Inaugural do Curso de Pedagogia da UFERSA em Angicos.
Graduação está sendo planejada nos estudos de um dos maiores pedagogos do mundo: Paulo Freire.
Sua prática didática fundamentava-se na crença de que o educando assimilaria o objeto de estudo fazendo uso da prática dialética com a realidade.
Paulo Freire foi o brasileiro mais homenageado da história.

Leia Mais

Robinson esclarece: “Meu Governo não fechará hospitais”

O governador Robinson Faria afirma veementemente que não permitirá o fechamento de hospitais regionais no seu governo e esclarece quais são as determinações da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta entre Governo do Estado e Ministério Público. “O TAC não determina o fechamento, mas um estudo de redefinição do perfil das unidades. Não vamos fechar”, disse.

Ele explica que, ao contrário, trabalha para recuperar e reabilitar os hospitais dentro da estratégia de regionalização do atendimento à saúde. “Estamos destinando mais de R$ 40 milhões para a reforma e reequipamento de sete hospitais regionais. Instalamos tomógrafo em Mossoró e Caicó e vamos instalar em Pau dos Ferros. Vamos investir R$ 100 milhões na construção do Hospital da Mulher em Mossoró, já em licitação. E estamos recuperando e reequipando 21 maternidades em diversos municípios. Isso tudo com recursos que conseguimos junto ao Banco Mundial”, explica o governador.

O chefe do Executivo estadual informa ainda que acabou de conseguir R$ 150 milhões junto ao Ministério da Saúde, o que vai permitir reabastecer e regularizar o funcionamento de toda a rede de saúde do Estado e implantar novos serviços como os mutirões de ortopedia e de cirurgias eletivas – e as policlínicas para agilizar exames.

O governo afirma também que o documento assinado com o Ministério Público tem por objetivo avaliar o sistema de atendimento e promover ajustes no perfil das unidades hospitalares do estado dando a elas funções que melhor couberem na sistemática do SUS. “Não haverá fechamento de hospitais”, assegura.

Leia Mais

Ações de educação de trânsito no Mossoró Cidade Junina são bem avaliadas

DETRAN/RN

As ações de educação de tráfego efetuadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) durante as festividades do Mossoró Cidade Junina foram avaliadas de maneira positiva pela Coordenadoria de Educação e Fiscalização para o Trânsito do Órgão.  O plano de diversificar as atividades pedagógicas de conscientização de condutores e pedestres resultou num número maior de abordagens a pessoas e a públicos diferentes.

O evento na capital do Oeste foi um dos palcos do lançamento da nova campanha educativa da Autarquia, o que possibilitou maior reforço nas atividades com veiculação de informes educativos também na mídia local. O tema #CurtoDirigirBem foi trabalhado em estande fixo na Cidadela do Forró e em atividades que percorreram todo o circuito, propagando as mensagens de segurança no trânsito dentro e fora das dezenas de barracas armadas no evento.

O Detran utilizou atores que levaram ações do teatro pedagógico de maneira lúdica envolvendo adultos e crianças. Entre as atividades desenvolvidas foram ainda realizadas blitzen educativas nos bares com utilização de etilômetros, que registravam o teor alcóolico das pessoas que faziam o teste. Na ocasião, os técnicos do Detran aproveitavam para alertar dos perigos da combinação álcool e direção, e sobre a importância do condutor se encontrar sóbrio para conduzir veículo automotor.

Um equipamento que fez sucesso durante o Mossoró Cidade Junina foi o óculos de simulação de embriaguez. Nessa situação, por meio de realidade virtual, as pessoas tinham a real consciência da incapacidade de um indivíduo embriagado dirigir um automóvel e como ele coloca em perigo vidas humanas com essa iniciativa irresponsável.

Os técnicos do setor de Educação do Detran ainda distribuíram lixeirinhas veiculares com a população presente nas festividades, além de folders com informações sobre práticas de segurança, prudência e respeito no trânsito. Como forma de reforçar ainda mais a apelo em prol de um trânsito seguro, adesivos da campanha educativa #CurtoDirigirBem foram fixados nos veículos que chegavam ao evento.

O fechamento das atividades educativas na Capital do Oeste contou com a participação direta do diretor geral do Detran, Júlio César Câmara, que visitou o estande do Órgão e os meios de comunicação local informando sobre a campanha educativa e a necessidade de participação de toda a sociedade. “Estamos conscientizando as pessoas da importância da prudência no trânsito e lembrando que ele é feito por todos nós: motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Se cada um fizer sua parte teremos um trânsito seguro, como deve ser”, comentou o diretor.

 

Leia Mais

Diretor do DETRAN é homenageado com Medalha de Mérito pela Polícia Militar

DETRAN/RN

O diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), Júlio César Câmara, e o chefe de Gabinete do Órgão, Marco Medeiros, foram homenageados em solenidade comemorativa aos 183 anos da Polícia Militar do RN, ocorrida na manhã de hoje (10), no Teatro Riachuelo, em Natal. Os gestores receberam a Medalha de Honra ao Mérito Policial Luiz Gonzaga, concedida pelo governador Robinson Faria as personalidades que efetivaram relevantes serviços em prol da Polícia Militar ou da segurança pública do estado.

Na oportunidade, cerca de 300 autoridades entre civis e militares foram agraciadas com as comendas de honra da Polícia Militar, sendo a Medalha de Mérito Profissional Bento Manuel de Medeiros (voltada aos militares e policiais civis), a Medalha de Honra ao Mérito Policial Luiz Gonzaga (por relevantes serviços a PM e a segurança pública), e a Medalha de Mérito Operacional, (direcionadas aos policiais que se destacaram no serviço).

Durante a solenidade o diretor do Detran/RN, Júlio César Câmara, agradeceu a homenagem ressaltando a importância da Polícia Militar para o Rio Grande do Norte. “É um momento importante para a Polícia Militar a qual eu agradeço o reconhecimento nas pessoas do governador Robinson Faria e do coronel Azevedo. O diploma e a medalha de honra ao mérito por relevantes serviços prestados que honrosamente recebi pertencem ao povo de Ceará-Mirim, aos servidores do Detran e aos familiares e amigos que sempre acreditaram no nosso trabalho”, comentou.

A solenidade contou com a participação da Banda de Música da Polícia Militar, responsável pela execução da trilha sonora do evento. Também foi apresentado ao público participante um vídeo mostrando o trabalho realizado pela PM nos seus mais variados grupamentos.

Leia Mais

Doe órgãos, salve vidas! É o chamado da Assembleia do Povo à sociedade

Crédito da Foto: João Gilberto
A campanha de doação de órgãos lançada pela Assembleia Legislativa pautou a audiência pública promovida nesta terça-feira (11), na sede do Legislativo. O debate, que lotou o auditório da Casa, reuniu parlamentares e representantes de entidades ligadas ao tema, que discutiram sobre a realidade da doação e transplantes de órgãos no Rio Grande do Norte. Propositor da audiência, o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira da Souza (PSDB), chamou a atenção para a importância do assunto.

“Urge a necessidade do RN abraçar esta causa, afinal o índice de recusa de familiares em doar, em nosso Estado, ainda é expressivo. A Assembleia Legislativa, reconhecendo a importância deste tema, não poderia deixar de divulgar a importância da doação de órgãos. Para isso, veicula campanha explicando como pode ser feita a doação, orientando com informações que desmistificam ideias e, claro, incentivam a doação”, declarou Ezequiel.

Em discurso, o parlamentar alertou para os desafios enfrentados pelos pacientes em fila de espera por órgãos vitais e destacou a necessidade de ações em favor da causa. “Infelizmente, é verificável uma longa lista de espera por doentes cujas únicas possibilidades de sobrevivência estão ligadas às escassas ofertas que não correspondem às necessidades objetivas. É, portanto, necessário evitar preconceitos e incompreensões, afastar desconfianças e receios. A causa exige da parte de todos o compromisso para investir qualquer esforço possível na formação e na informação, de modo a sensibilizar cada vez mais as consciências para uma problemática que diz respeito diretamente à vida de tantas pessoas”, avalia o presidente do Legislativo.

De acordo com dados apresentados pela coordenadora da Central de Transplantes do RN, Raissa de Medeiros Marques, o RN realiza hoje transplantes de rim e córnea. Até o ano passado também transplantava medula óssea. No primeiro quadrimestre de 2017 foram feitos 100 transplantes no Estado. Os números superam as parciais para o mesmo período de 2016, quando foram registram 65 transplantes.

A lista ativa de espera para transplante no Estado totaliza 296 pacientes, liderada pela espera por transplante renal, com 151 pacientes. Os transplantes de córnea e medula óssea aparecem em seguida, com 123 e 22 pacientes, respectivamente. Quase metade das famílias de potenciais doadores de órgãos no RN se recusa a liberar a doação, índice que chega, atualmente, a 42%.

“A principal causa apontada de recusa das famílias a doação é o desconhecimento em vida do desejo de doar seus órgãos por parte do falecido, bem como outros fatores culturais, religiosos. Para rever essa realidade, são necessários apenas dois passos. O primeiro passo é, seja um doador. O segundo, avise a sua família!”, explica a coordenadora.

A audiência contou com a participação de Giovanni Dmitri, pai de Nicolas, de apenas 7 anos, que passou por um transplante de coração no ano passado. Em depoimento durante o debate na Casa, Giovanni falou sobre as dificuldades enfrentadas por seu filho e parabenizou a iniciativa do Legislativo Estadual. “Esse tema que ser exaustivamente discutido. Nicolas foi diagnosticado com uma doença cardíaca incurável e, se não fizesse transplante com urgência, ele não resistiria. As dificuldades foram enormes. Foi um período muito complicado pois ele poderia falecer a qualquer momento, mas felizmente deu tudo certo. Acho que a melhor forma de expressar a minha gratidão é contando essa história e desmistificando quaisquer crenças ou preconceitos sobre a doação de órgãos”, declarou emocionado.

Representando a Associação dos Transplantados do RN, Lúcia Pontes, também transplantada do coração, reforçou o trabalho desempenhado à frente da associação. “Após a minha experiência, resolvi abrir a Associação dos Transplantados, que hoje faz um trabalho de formiguinha, pois não é fácil. Ainda assim, com todas as dificuldades, eu tenho o propósito de ajudar a causa”, afirmou ela.

Para a servidora do setor de Saúde da Casa e recém transplantada de córnea, Soraya Villar, que vive a expectativa pelo retorno da visão, é preciso que as pessoas na fila de espera por doação de órgãos se mantenham confiantes na recuperação. “O que posso dizer à essas pessoas é que nunca percam a esperança. Estou feliz e confiante que tudo irá dar certo”, disse Villar.

Outros dados e desafios foram apresentados durante a audiência pública. A secretária adjunta de Saúde de Natal, Maria da Saudade Azevedo, destacou a necessidade do RN retomar os transplantes de medula óssea, atualmente paralisados. “Precisamos voltar a fazer transplantes de medula e coração. Temos uma equipe preparada para isso”, ponderou. A preocupação da secretária é compartilhada pela representante da instituição de Humanização e Apoio ao Transplantado de Medula Óssea (HATMO), Jacyene Melo de Oliveira.

O nefrologista Maurício Galvão, do Instituto do Bem, citou o alto custo das medicações, o diagnóstico de infecções oportunistas, o suporte social e a reinserção profissional dos transplantados como desafios que também precisam ser considerados. A capacitação de novas unidades e profissionais da saúde, principalmente no interior do Estado, é outro obstáculo apontado por José Hipólito Dantas, médico do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). O Hospital do Coração também esteve representado na audiência pela coordenadora do serviço de transplante renal, Kellen Costa, que apresentou números sobre a atuação da unidade.

A audiência pública contou ainda com as presenças dos deputados Hermano Morais (PMDB), Cristiane Dantas (PCdoB), Gustavo Carvalho (PSDB) e Souza (PHS), do diretor do Foro da Justiça Federal no RN, Marco Bruno Miranda, além de secretários, coordenadores e servidores da Casa Legislativa e sociedade civil.

Campanha da Doação de Órgãos

“Doe órgãos. Salve vidas”, é esse o propósito da nova campanha institucional lançada pela Assembleia Legislativa nesta terça-feira. A campanha, veiculada em mídias tradicionais, digitais, móveis e fixas, como outdoors e back bus (ônibus), explica como pode ser feita a doação, quando é indicado e orienta a família com informações que ajudam a desmistificar o tema, como a aparência física após o procedimento e os custos para arcar com a doação, que não existem.

“Também é missão institucional do Poder Legislativo ações que busquem o bem estar comum através de ações para a população. No Rio Grande do Norte, como em todo o Brasil, ainda predomina o desconhecimento e preconceitos sobre a doação de órgãos. Com essa mensagem, procuramos desconstruir esses empecilhos e provocar uma reflexão sobre o tema”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Leia Mais