Alexandre de Moraes omite do Senado que mulher advoga no Supremo

Informações: Folha de São Paulo
Informações: Folha de São Paulo

Casado com uma advogada que tem ações em andamento no STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro licenciado Alexandre de Moraes (Justiça) informou ao Senado que seus parentes não exercem ou exerceram trabalho vinculado à sua atividade profissional.

A declaração sobre a possível existência desses parentes é uma exigência regimental para que os senadores analisem se há conflito de interesses nas indicações presidenciais à corte.

Moraes é doutor em direito pela USP e foi indicado pelo presidente Michel Temer para ocupar a vaga do ministro Teori Zavascki, que morreu num acidente de avião em janeiro, no Supremo.

Assinada em 7 de janeiro, a declaração integra um documento de 132 páginas enviado pela Casa Civil aos senadores com uma apresentação de Moraes, seu currículo e outras informações. O ministro será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta terça-feira (21). Depois, o plenário da Casa decidirá sobre a indicação.

“Não tenho parentes que exerçam ou que tenham exercido atividades, públicas ou privadas, vinculadas à minha atividade profissional”, afirmou, no ofício assinado, o ministro licenciado.

Leia Mais

Nelter Queiroz solicita benefícios para o município de Parelhas

Crédito da Foto: Eduardo Maia
O deputado Nelter Queiroz (PMDB) apresentou requerimentos à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa com pleitos direcionados ao município de Parelhas, no Seridó do Rio Grande do Norte. As solicitações foram encaminhadas aos secretários de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Julianne Faria; de Segurança e Defesa Social, Caio César Marques Bezerra; e de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Maírton França.

À Sethas, o deputado requer a implantação do Café do Trabalhador e a instalação do Programa Vila Cidadã. À Sesed, a instalação de uma central de monitoramento urbano. E à Semarh, a perfuração de 29 poços na zona rural de Parelhas. “Que estas manifestações sejam reencaminhadas ao prefeito Alexandre Carlo de Medeiros Dantas, e ao presidente da Câmara Municipal de Parelhas, vereador Humberto Gondim”, destaca Nelter.

O parlamentar indicou as seguintes comunidades rurais onde os poços serão abertos, caso o Governo do Estado acate o requerimento do deputado: Carnaubinha, Pau D´Arco, Timbaúba de Cima, Jaramantaia, Malhada Grande, Várzea do Barro de Cima, Quintos de Baixo, Maracujá, Podrinho, Cajueiro, Saco de Santo Antônio, Timbaúba de Baixo, Bom Jardim, Baraúna, Carnaúba dos Bezerras, Várzea do Barro de Baixo, Maracujá de Cima, Boa Vista, Colonos, Sussuarana, Quintos, Timbaúba, Olho D´ Água e Cachoeira.

Em sua justificativa, o deputado Nelter Queiroz acrescentou que a perfuração e instalação dos poços deverá melhorar a qualidade de vida da população residente nas comunidades citadas. Segundo ele, os três pleitos beneficiando o município de Parelhas foram pedidos encaminhados ao seu gabinete na Assembleia Legislativa pelos vereadores parelhenses Humberto Gondim, Alyson Wagner, Iatyguara Glauber, Romiselia Araújo, Zenilda Bezerra e Antônio Januário Neto.

Leia Mais