Giro do dia: Confronto mata 31 presos em RR; essa é a 2ª maior matança após o Carandiru

Resultado de imagem para Confronto mata 31 presos em RR
Informações: Folha de São Paulo

Quatro dias após a morte de 60 detentos em duas penitenciárias de Manaus (AM), outros 31 presos foram assassinados na madrugada desta sexta (6), desta vez na maior penitenciária de Roraima.

A matança em Roraima é a segunda maior em número de vítimas em presídios do país após o massacre do Carandiru, em 1992, em São Paulo, quando uma ação policial deixou 111 presos mortos na casa de detenção. O número de mortos iguala esta chacina à de 2004 na Casa de Custódia de Benfica, no Rio –confira as maiores matanças.

Inicialmente, o governo de Roraima divulgou o número de 33 mortos, mas depois baixou para 31 a quantidade de vítimas. Do total, 20 foram identificados até o fim da tarde desta sexta (6).

Nesses seis primeiros dias de janeiro foram registradas 93 mortes em presídios no Brasil. Esse número representa cerca de 25% do total de mortes registradas em todo o ano passado (372).

Leia Mais