Carmen Lúcia diz que só conversará com o Congresso se for convidada

Carmen Lúcia cumprimenta Michel Temer na cerimônia de posse como presidente do STF
Informações: Folha de São Paulo

Em café com jornalistas nesta sexta-feira, a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, se esquivou de temas espinhosos, disse que só conversará com o Congresso quando convidada e adiantou que a corte deverá votar até o fim do ano a ação que discute e legalidade do aborto para grávidas infectadas com Zika.

A Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) entrou com um pedido de liminar (decisão imediata e provisória) para que o Supremo autorize a interrupção da gestação em mulheres que contraíram Zika.

Na avaliação da ministra, esse processo é “mais delicado” do que o julgado em 2012, quando a corte permitiu aborto para casos de fetos anencéfalos.

“É outra coisa, completamente diferente. Eu acho que é mais delicado por causa do momento que estamos vivendo, a sociedade quer participar. Acho que dá (para julgar) até o fim do ano a (liminar)”, estimou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *