Márcia Maia: “O PSB está passando por um processo de reestruturação”

IMG-20150410-WA0042

Em entrevista ao blog, Márcia Maia fala sobre a real situação do PSB no RN. “O PSB está passando por um processo de reestruturação da legenda, estamos inclusive planejando todas as ações que serão feitas”, declarou a deputada. Márcia já pensa junto com o partido nas próximas eleições: “Temos mais de 200 vereadores aqui no RN, temos dois deputados estaduais, temos condições de contribuir para o crescimento do partido nas próximas eleições”.

Márlio Forte – O que está acontecendo com o PSB estadual?

Márcia Maia – Absolutamente nada. O PSB está passando por um processo de reestruturação da legenda, estamos inclusive planejando todas as ações que serão feitas. A presidenta do partido, professora Wilma, esteve participando de reuniões em Brasília e ela está marcando a reunião com a executiva para atualizar as informações. As reuniões que ela participou tratou de diversos assuntos, como a Reforma Política. Agora estamos aguardando essas reuniões, inclusive com os diretórios municipais, começando por Natal, para termos um apoio encadeado mas durante esse processo de fortalecimentos temos que ir discutindo. Temos mais de 200 vereadores aqui no RN, temos dois deputados estaduais, temos condições de contribuir para o crescimento do partido nas próximas eleições.

MF –  Dizem que existe uma guerra dentro do próprio partido. Isso é verdade?

MM – Por parte da presidente do partido não. Foi realizada uma entrevista enfatizando o momento de união, houve uma matéria publicada em um jornal local onde a vereadora Sandra escreveu que existe nomes importantes no partido. Claro, todos são importantes. O momento é de fortalecer o partido.

MF – Não está na hora da presidenta (Wilma) entregar o cargo ?

MM – Quem decide isso é o diretório, que é soberano. Não é nem a executiva, mas o diretório. De acordo com o que diz o regulamento, em outubro haverá eleições e, aí sim, o partido pode discutir outros nomes e a troca da presidenta. A presidenta [Wilma] é a maior liderança estadual do partido no RN.

MF – As assembleias marcadas pelo partido estão reunindo poucas pessoas. Qual o motivo?

MM – As reuniões têm a preocupação de reestruturar e fortalecer o partido. Na última reunião, quase todas as pessoas convidadas apareceram.

Leia Mais

O aniversariante nº 1 do RN: 56 anos de Robinson Faria

10898134_400315783467125_320689658729834595_n
Foto: Arquivo

Durante toda a semana falamos sobre seu trabalho durante os 100 dias de gestão. Hoje o blog volta a falar sobre ele, porém deixando de lado um pouco a política e parabenizando o homem.

Neste domingo o governador Robinson Faria completa 56 anos de vida. A data de hoje marca seu primeiro aniversário na condição de governador do Rio Grande do Norte. Apelidado de “o andarilho do Agreste”, Robinson sabe que ele terá de encontrar seu caminho e levar junto todos os potiguares. 

O blog deseja feliz aniversário a Robinson. Cumprimos nosso ofício de observar seus atos, fiscalizar ações, ouvir aliados e adversários, emitir a nossa opinião e sempre parabenizar seus acertos. Muita saúde, sabedoria e força ao governador do povo. 

Márlio Forte 

Leia Mais

100 dias do Governo Robinson Faria: conheça as opiniões dos políticos sobre a gestão estadual

Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

Encerrando as avaliações dos 100 dias do governo Robinson Faria, o blog apresenta as opiniões do vice-governador, deputados federais, ex-governador, senador, presidente de câmara municipal de vereadores e analistas do cenário político sobre os caminhos que Robinson tomou nesses primeiros meses. Descubra o que eles têm a dizer sobre a atual situação do RN.

Márlio Forte – Qual avaliação o (a) senhor (a) faz sobre os 100 primeiros dias do Governo de Robinson Faria?

IMG-20150410-WA0039

Zenaide Maia – Em cem dias não dá para avaliar governo nenhum. Agora o governo tem que se cuidar pois quando passa os 100 dias a população quer ações imediatistas. O gestor tem que colocar os serviços para funcionar: saúde, educação, segurança. Não adianta você dizer nada se uma mãe chega em um hospital e não tem nada. Como você explica isso? Eu por exemplo, não votei em Robinson, mas defendo que o Estado é nosso, estamos dentro dele, não adianta eu dizer que não quero que as coisas aconteçam, eu quero que tudo dê certo e vou ajudar no que for possível.

IMG-20150410-WA0047

Garibaldi Alves – Acho que o governo tem uma fragilidade nesse início que preocupa a todos nós: a situação financeira do Estado. Não estamos vendo medidas capazes de nos levar para fora dessa crise. Fora isso, não tenho nada a apontar. Todos nós sabemos que sem uma situação financeira razoável não podemos nem mesmo investir. As vezes pensamos que o problema do RN é só de investimento, mas é também de custear a máquina. O Governo terá de fazer uma prestação de contas sobre isso. Espero que ele [Robinson] consiga, pois ninguém vai torcer pelo pior.

IMG-20150410-WA0049

Walter Alves – A situação do Estado é complicada. O Estado está pagando a folha com o fundo previdenciário, então acho que o governo deve fazer uma reforma na gestão pública, otimizando arrecadação e custos e que ele possa apresentar a real situação financeira do Estado, para sabermos da capacidade de investimentos com recursos próprios. Espero que o governador possa ouvir a bancada federal e possa construir os projetos que venham a ajudar o nosso RN. O que todos nós sabemos é que o levantamento de recursos é difícil em Brasília e vamos lutar para que essas obras cheguem aqui e melhorem o futuro de nosso Estado.

IMG-20150410-WA0053

Felipe Maia – Eu acho que é muito cedo para avaliar somente com 100 dias de governo, pois representa menos que 8% de um mandato. Se pensarmos que o governador Robinson Faria terá 4 anos para administrar o Estado, é algo muito pouco, o que acho que ele tem que entender que o Estado está em um momento financeiro delicado e que cortes são necessários para que ele possa fazer uma boa administração, não somente enxergando a folha de pagamento, mas investimentos estruturantes em nosso Estado. A presidenta da República propõe reajustes de gastos e eu não acredito que os governadores se apoiem em verbas federais. Virão tempos difíceis. Acho que qualquer governador deve fazer uma gestão estruturante com a realização de sonhos, tem que pensar em cortes de gastos, caso contrário ele será só um administrador de folha de pagamento.

IMG-20150410-WA0055

Fábio Dantas – Com muitas dificuldades enfrentamos os primeiros 100 dias sem olhar o retrovisor, apenas para frente e resolvendo os problemas do dia a dia. Sempre planejando diminuir os percalços que foram encontrados pelo caminho.

IMG-20150410-WA0057

Rafael Motta – É muito cedo, apesar de ser 100 dias. Algumas áreas tiveram avanços, como o turismo, que teve a desoneração dos impostos do querosene da aviação, o que atraiu diversas linhas áreas, o próprio governador se encontrou com representantes de companhias áreas, atraindo novas linhas para o RN. Mas tem tido crises, como a questão financeira, apesar de ter um empréstimo grande feito com o aval da AL vemos o Governador fazer saques no fundo previdenciário, que é algo que não é visto com bons olhos; a questão da segurança pública, que está delicada em nosso Estado, tendo índices alarmantes. Mas nosso papel é de ajudar institucionalmente, sendo parceiro do RN e levantando sua bandeira em Brasília.

IMG-20150410-WA0059

Ricardo Gurgel – Positiva, apesar dos problemas que o governo enfrenta. Ele [Robinson] está trabalhando para enfrentar os problemas.

IMG-20150410-WA0063

Augusto Viveiros – Uma avaliação positiva. Estamos em um início, claro que o céu de brigadeiro pode fechar a qualquer momento. Seu secretário de Planejamento esteve aqui e fez uma apresentação muito boa e acredito que chegaremos numa situação boa já, já.

Leia Mais