Henrique Eduardo Alves assume o Ministério do Turismo nesta semana

Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

Depois de ter perdido a corrida pelo executivo estadual, o blog já apontava que Henrique Alves seria ministro. Ele dizia que não, mas era difícil imaginar que Henrique ficaria distante do centro do poder federal. Era somente uma questão de tempo.

Um contratempo: o então deputado foi citado nas investigações da turbulenta operação Lava Jato. Uma indecisão: Henrique afasta-se da cena dos dois primeiros meses do governo da presidente Dilma.  Um desfecho: o ministro Teori Zavascki deferiu seis pedidos de arquivamento feitos pelo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, livrando entre eles Henrique.

Até o fim da semana Dilma dará a canetada e nomeará o ilustre filho de Aluízio Alves para o Ministério do Turismo. Dizem que ele será o articulador do PMDB com o Palácio do Planalto e Congresso Nacional. Em tempos de crise política, a experiência de Henrique pode ajudar. Resta saber para quem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *