Crise hídrica é debatida em audiência na Câmara de Natal

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Preocupado com a crise hídrica que se abateu sobre o Rio Grande do Norte este ano, o vereador Sandro Pimentel (PSOL) reuniu instituições representativas da sociedade durante uma audiência pública realizada nesta segunda-feira (23), no plenário da Câmara Municipal de Natal. O principal objetivo da iniciativa, na semana do Dia Mundial da Água, foi discutir os impactos da seca nas bacias hidrográficas e as consequências do mau uso da água na vida da população da capital e do interior, além de apresentar propostas de políticas públicas para o setor.

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Companhia de Águas e Esgotos (Caern), Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico do Município do Natal (Arsban), Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN) participaram do debate.

De acordo com o vereador Sandro Pimentel, a crise hídrica não é mais um problema apenas do nordeste, mas de todo o Brasil, com maior ou menor intensidade numa ou noutra região. Segundo ele, dez cidades do Estado estão sem água porque os açudes que abasteciam secaram e o único paliativo têm sido os carros-pipa.

“Só para se ter dimensão da gravidade, dados da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca do RN apontam prejuízos superiores a 4 bilhões de reais em 2014 por causa da seca. Um novo relatório divulgado pelas Nações Unidas afirma que, se nada for feito, as reservas hídricas do mundo podem encolher até 40% até 2030. E o Brasil está entre os países que mais registraram estresse ambiental”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *