Walter declara apoio às pautas dos policiais federais

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

O deputado federal Walter Alves, vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados, recebeu representantes do Sindicato dos Policiais Federais (Sinpef) e declarou apoio às pautas de reivindicação da categoria.

Segundo Walter, a maioria das pautas não impacta a economia brasileira e trata da valorização das atividades de agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal.

“A categoria tem nosso apoio. A Polícia Federal precisa ser valorizada. É uma das principais polícias judiciárias do Brasil”, disse.

O presidente do Sinpef, José Antônio Aquino, destacou que essa visita está sendo feita aos demais parlamentares do Rio Grande do Norte para continuar a luta aos projetos que já tramitam no Congresso Nacional.

“Viemos ao deputado Walter para pedir apoio às nossas pautas que já foram entregues ao Governo e ao Congresso. Estamos visitados os deputados para conseguir manter o apoio”, explicou.

Leia Mais

Wilma ressalta prioridade do Município à educação infantil

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

A prefeitura de Natal inaugurou, na tarde desta sexta-feira (13), mais um Centro Municipal de Educação Infantil. Vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, participou, ao lado do prefeito Carlos Eduardo, e de várias autoridades, da solenidade, que contou com ampla participação da comunidade.

“Nossa gestão prova dia a dia o forte compromisso. Construí duas escolas nessa comunidade e fico feliz em ver o prefeito investindo tanto na educação infantil, buscando cumprir o que determina a legislação, que exige que 100% das crianças entre 3 e 5 anos estejam nas escolas. Tenho ido a várias unidades e vendo não apenas prédios bonitas, mas funcionando muito bem, com a estrutura adequada ao desenvolvimento de ensino de qualidade”, observa a ex-governadora.

Leia Mais

“O povo brasileiro foi as urnas e decidiu que a presidenta Dilma tivesse seu segundo mandato”, diz Fátima Bezerra

IMG-20150313-WA0048

No calor da manifestação, a senadora Fátima Bezerra concedeu entrevista ao blog: “Nós esperamos que as manifestações aconteçam dentro de um clima pacífico, que tenham um caráter democrático”. Entre defesas e reformas, Fátima ainda fez crítica ao PSDB: “O PSDB e outros partidos de oposição devem assumir que financiam as manifestações, é um direito que eles têm, e não ficar se escondendo”

Márlio Forte – Como a senhora analisa a manifestação de hoje (13) e do próximo domingo (15)?

Fátima Bezerra – É a democracia. As pessoas tem o direito de livre manifestação, expressando sua opinião e livre pensamento. Nós esperamos que as manifestações aconteçam dentro de um clima pacífico, que tenham um caráter democrático. Eu quero saudar os movimentos sociais e as centrais sindicais que incorporam as manifestações do dia 13 e que tem agendas fundamentais para o país, como a defesa da Reforma Política, uma das reformas mais importantes e ela deve trazer um avanço ético na política com a participação da sociedade. Em um bom momento a manifestação do dia 13 ocorre, não somente pelas reformas, mas em defesa da Petrobras. Temos que separar o joio do trigo: uma coisa são alguns funcionários e políticos que usaram indevidamente a Petrobras, esses devem ser apurados e se for comprovado o envolvimento, que seja culpado, mas mexer na Petrobras não! Ela é um bem do país. A Petrobras é onde repousa, por meio de royates e do pré-sal, o nosso passaporte para o futuro e que vai financiar o novo Plano Nacional de Educação, mais escolas técnicas e valorização dos professores. Então temos que defender a Petrobras. Sobre as investigações não podemos ser inocentes: tem aqueles que querem alterar as políticas de partilhas e colocá-la nas mãos do capital estrangeiro. Outra agenda é o direito das classes trabalhadoras, ou seja, queremos que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados. Isso tudo é a democracia e nós do PT queremos deixar claro que estamos confiantes e serenos. O povo brasileiro foi ás urnas e decidiu que a presidenta Dilma tivesse seu segundo mandato. Então nós não aceitaremos, estaremos prontos para a luta, contra qualquer ameaça a democracia, contra a qualquer iniciativa que venha que venha na direção da ordem democrática, como o impeachment.

MF – Como a senhora ver a participação do PSDB nas manifestações do dia 15?

FB – Na verdade o PSDB e outros partidos de oposição devem assumir que financiam as manifestações, é um direito que eles têm, e não ficar se escondendo.

Leia Mais

Mineiro sobre os protestos do dia 15: “Vou até a praia. É um direito deles, eles defendam as bandeiras deles.”

IMG-20150313-WA0055

“Vou até a praia”, assim Fernando Mineiro vai passar o próximo domingo, dia do protesto contra Dilma. “É um direito deles fazer, eu sei dessa, que é minha turma”

Márlio Forte – Como o senhor enxerga os bastidores da próxima manifestação do dia 15?

Fernando Mineiro – Eles vão fazer é? [risos] É um direito deles fazer, eu sei dessa, que é minha turma. Estamos aqui em defesa da Petrobras, da democracia, das reformas e em defesa do Brasil e deixando claro que não aceitaremos golpes, queremos que o Brasil corrija os erros e avance, essa é a nossa razão de esta na rua.

MF – O senhor vai acompanhar os protestos?

FM – Não vou acompanhar, a minha turma é essa.

MF – Nem pela imprensa?

FM – Eu vou descansar. Vou até a praia. É um direito deles, eles defendam as bandeiras deles. Eu vim da rua.

MF – Como o senhor ver o impeachment da presidente Dilma?

FM – Esse pessoal, neogolpista, eles querem tanto o impeachment e proibir a opinião dos outros. É um pessoal reacionário, homofóbico, preconceituoso e racista que saíram do armário. Nós estamos nas ruas.

Leia Mais