O Binômio de Robinson: união e corte de gastos

Foto: Arquivo
Foto: Arquivo

A ordem é economizar gastos. Essa foi a principal determinação que o governador Robinson Faria deu ao seus secretariado em reunião realizada no início dessa segunda-feira (9) na Escola de Governo.

O controle das despesas terá a vigilância do Gabinete Civil. Um exemplo claro dessa postura está na emissão de passagens, que será acompanhada e liberada somente com o aval da secretária Tatiana Mendes Cunha. Sem a vistoria dela, ninguém terá licença para voar.

Outra preocupação exposta pelo governador foi a união das secretarias. “Quero um governo unido, em prol do mesmo objetivo: o sucesso do nosso Estado”. O recado é claro: a sintonia deve ser fina em cada secretaria de Estado. E quem vai contrariá-lo?

 

Leia Mais

Ricardo Lagreca: “Não é preciso fazer história, é preciso cumprir com a obrigação que temos com a pasta”

IMG-20150309-WA0019

O governador Robinson Faria disse que ele fará história. “Ele deposita essa esperança”, disse Ricardo Lagreca, titular da Secretaria de Saúde do RN, em reposta ao desejo do governador. Em entrevista ao blog, Lagreca fala sobre a situação do Hospital Walfredo Gurgel: “Um hospital superlotado, um problema crônico, isso não é só em nosso Estado”. Confira a integra da entrevista.

Márlio Forte – Como estão as ações na Secretaria de Saúde?

Ricardo Lagreca – Estamos trabalhando bastante, com muita intensidade, com a colaboração do Governo para dar seguimentos a todas as soluções em relação à saúde.

MF – Já existe alguma coisa implementada dentro da gestão de Robinson?

RL – Não, temos trabalhado para mostrar a sociedade as inovações que deverão acontecer no governo Robinson.

MF – O caos na saúde é grande. Como o senhor tem visto isso e como pretende resolver?

RL – Eu tenho visto isso como um problema que vem acontecendo há muito tempo, mas estamos  fazendo um esforço muito grande para resolver esses problemas. Vemos dessa forma e com muita esperança, se não resolvermos tudo, mas resolveremos as situações mais urgentes.

MF – O governador fala que o senhor fará história na SESAP. Como o senhor fará isso?

RL – [Risos] Isso é muita amizade que o governador tem conosco e ele deposita essa esperança. Eu acho que não. Não é preciso fazer história, é preciso cumprir com a obrigação que temos com a pasta.

MF – Como está o Hospital Walfredo Gurgel?

RL – Está da forma que vocês conhecem, um hospital superlotado, um problema crônico, isso não é só em nosso Estado, acontece em todo o mundo, mas temos planos para reverter esse estado.

MF – Como está a ligação entre a SESAP com as demais secretarias municipais de saúde?

RL – Sim, nosso plano é que haja uma regionalização para que os municípios trabalhem em parceria com o Estado.

MF – Então, o senhor fará história como o governador disse?

RL – [Risos] Isso é história dele.

Leia Mais

AL homenageia mulheres em sessão solene‏

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Quatorze mulheres foram homenageadas pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte em sessão solene alusiva ao Dia Internacional da Mulher, realizada na manhã desta segunda-feira (9). As deputadas Márcia Maia (PSB) e Cristiane Dantas (PCdoB) foram as propositoras da solenidade que celebrou a história de mulheres potiguares que fizeram história na política, na cultura e na luta em defesa dos direitos femininos.

A deputada Márcia Maia destacou o crescimento do número de crimes violentos contra mulheres, registrado em 39% em quatro anos no Rio Grande do Norte, segundo relatório do Observatório da Violência do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania, o Coedhuci. A parlamentar aproveitou para comemorar a assinatura, prevista para a tarde desta segunda-feira, do decreto do Governo do Estado para que as delegacias especializadas no atendimento à mulher tratem exclusivamente casos de violência doméstica.

“A desigualdade entre os gêneros é uma realidade que foi construída em anos e anos de história, e que cada vez mais é questionada. Precisamos encontrar a evolução social, desde as grandes questões, até as aparentemente ‘menores’, que parecem tolice, mas na verdade, são elas as responsáveis por manter esse paradigma do preconceito de gênero”, frisou.

A parlamentar Cristiane Dantas (PCdoB) destacou a evolução do impacto econômico e social provocado pelo aumento da população feminina no Brasil. De acordo com dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), realizada em 2011 pelo IBGE, as mulheres são 51,5% da população do Brasil.

“Trazer esses dados à tona é importante porque no Dia Internacional da Mulher celebrado ontem, é relevante discutirmos a vulnerabilidade da mulher em relação à sociedade e a seus pares. Atualmente, houve mudanças que nos fazem refletir sobre a mulher e seu lugar na sociedade e na família. De nada adianta um buquê de rosas se a realidade de muitas mulheres é a violência”, indagou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), também falou durante a solenidade, enfatizando o pioneirismo da mulher potigiar. “O Rio Grande do Norte deve comemorar esta data todos os dias, pois é berço de grandes mulheres. As mulheres do nosso estado são conhecidas pelas conquistas na política como deputadas, prefeitas, governadoras e senadoras. Esta homenagem se estende a todas outras valorosas mulheres ”, disse.

A fundadora da Casa do Pobre, em Currais Novos, Iolanda Gomes de Assis, conhecida como Irmã Ananília, falou em nome das 14 homenageadas do dia. “Vou deixar aqui um trecho do Evangelho que diz que só vence quem luta e só luta quem tem coragem. Por isso, desejo muita coragem para todas as mulheres e todos os homens que aqui estão presentes”, disse.

A sessão solene foi conduzida pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza, que compôs mesa com a juíza federal Gisele Leite, Maria Aparecida França Gomes, representando o prefeito, a capitão de fragata Claudia da Mata Correia e a segunda-tenente da 7ª Brigada de Infantaria Emanuele Mandeiro.

Leia Mais