Henrique Alves lamenta morte de Márcio Thomaz Bastos

marcio-1
Foto: J. F. Diorio/Estadão Conteúdo

O advogado Márcio Thomaz Bastos, de 79 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (20) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A informação foi confirmada pela equipe médica. Em nota, Henrique Alves lamenta a morte do ex-ministro da Justiça (2003-2007) do Governo Lula.

Quero manifestar meu pesar pela morte nesta quinta-feira (20) do advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos.  A advocacia brasileira perde um de seus maiores expoentes. Seu trabalho jurídico e político, no entanto, permanece como uma bússola indispensável para todos nós.

Desde sua participação no Movimentos Diretas-Já, como presidente da OAB de São Paulo, passando por  sua atuação no Ministério da Justiça entre 2003 e 2007, até sua ações em movimentos pelo voto consciente dos eleitores, pela transparência no financiamento das campanhas e pelo direito amplo de defesa e acesso à Justiça de todos os cidadãos, Márcio Thomaz Bastos, se tornou um símbolo da advocacia cidadã.

Quero, assim, manifestar meus sentimentos a seus familiares, colaboradores e amigos, certo de que seu legado ajudou e ajudará a construir a democracia brasileira.

Henrique Eduardo Alves

Presidente da Câmara dos Deputados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *